Início » Sala de Imprensa

Notícias

26/05/2021

Traiçoeiro e silencioso, Glaucoma provoca perda de visão, mas tem tratamento

Dia 26 de maio é dedicado ao Combate Nacional ao Glaucoma. Existem uma série de fatores de risco que favorecem o aparecimento da doença, como idade avançada, hipertensão arterial, miopia elevada, raça negra e hereditariedade. Por ser uma doença crônica e que não tem cura, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais rápido for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.

O Dia Nacional de Combate ao Glaucoma nos faz lembrar da importância de um acompanhamento oftalmológico adequado como forma de prevenir e tratar essa doença que é considerada a maior causa de cegueira irreversível no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O glaucoma é provocado pela elevação da pressão intraocular, podendo ocasionar lesão no nervo ótico e envolve a perda de células da retina responsáveis por enviar os impulsos nervosos ao cérebro. Se a patologia não for tratada, o campo visual se estreita, obscurecendo a visão periférica e progredindo para a cegueira do olho afetado.

Fazem parte desse grupo de risco:

  • Indivíduos com mais de 40 anos de idade;
  • Raça negra: tendem a desenvolver o glaucoma numa idade inferior à média e a probabilidade de ser afetada é quatro vezes maior em relação aos brancos;
  • Altos míopes: indivíduos míopes que usam lentes acima de seis graus também estão sujeitos a um risco maior;
  • Diabéticos; e
  • Pacientes que tiveram trauma ocular ou doenças intraoculares.

Existem diferentes formas da doença. Glaucoma crônico simples ou de ângulo aberto, presenta em torno de 80% dos casos, é causado por uma alteração anatômica na região do ângulo da câmara anterior, que impede a saída do humor aquoso e aumenta a pressão intraocular.

O glaucoma de ângulo fechado tem como característica principal o aumento súbito de pressão intraocular. Além destes ainda existe o glaucoma congênito que acomete os recém-nascidos e o glaucoma secundário que é decorrente de enfermidades como diabetes, uveítes, catarata, etc.

No Instituto da Visão, contamos com especialistas em glaucoma e as mais avançadas tecnologias para o diagnóstico e tratamento da doença.