marque sua consulta
(82) 2121-6868 (82) 2121-6821
Início » Sala de Imprensa

Notícias

01/06/2020

Junho Violeta alertar sobre o ceratocone e o hábito de coçar os olhos

Coçar ou esfregar os olhos pode até parecer inofensivo, mas na verdade pode trazer muitos riscos à visão por levar ao surgimento de uma doença séria: o ceratocone. Trata-se de uma doença caracterizada pelo aumento da curvatura da córnea e se, não tratada corretamente, pode levar à queda da visão.


Para conscientizar a população sobre os riscos da doença e também para a prevenção, foi criada há alguns anos a Campanha “Junho Violeta”.


O ceratocone pode atingir crianças e adultos e o início pode ser na infância. O astigmatismo, que leva ao embaçamento visual para longe e perto, é uma das alterações já presente nas crianças. Por isso, quando os pais observarem sinais de visão embaçada ou dificuldade para ver de longe e de perto, devem levar a criança para consulta oftalmológica o quanto antes.


Se a doença evoluir, pode causar comprometimento visual severo. Por isso, não se deve coçar ou apertar os olhos repetidamente, pois estes atos podem levar a reação inflamatória na superfície ocular com alteração permanente na curvatura da córnea. Crianças e adultos com coceira nos olhos precisam ser tratados de forma adequada para evitar o surgimento da doença.


Os sintomas mais comuns da doença são visão embaçada ou distorcida (para longe e perto) que, dependendo do estágio da doença, não melhoram com o uso de óculos, muita sensibilidade à luz, ver círculos ao redor das fontes de luz e diplopia (visão dupla).


Os tratamentos da doença vão desde o uso de óculos ou lentes de contato, até procedimentos a laser, cirurgia e, em alguns casos, transplante de córnea. Então a principal mensagem a ser transmitida é que as pessoas saibam que não podemos coçar ou esfregar os olhos intensa e repetidamente.